29 janeiro, 2007

Recomeço...

(*Desconheço o autor da imagem)

Então...

Há uma conversa pendente entre nós. Desde o dia que decidi ter um blog, até hoje. Não sei falar de mim.

Não sei expressar com minhas próprias palavras aquilo que foi melhor dito nas palavras de outros, que tão melhor que eu souberam falar de sentimentos que são universais e particulares ao mesmo tempo.

Uma frase minha (que eu deveria registrar) é: "Como é estranhamente assustador ouvir da boca dos outros o que é sentimento seu".

Tenho feito isso por anos. Ouvido, lido, visto tudo o que eu sinto já sendo dito por bocas e penas de pessoas tão mais capacitadas que eu: Drummond, Vinícius, Chico (o Buarque), Tom, Clarice, Cecília, Fernando (o Pessoa), Mário, ahhhh... meu Mário Quintana, e tantos outros que de tão próximos posso tratá-los intimamente como a amigos que me aconselham dia após dia, pois só amigos íntimos conhecem segredos tão bem guardados na alma.

Sendo assim, começo ano novo no
M@r de P@l@vras... (é eu sei.. já quase fevereiro. Mas este não é o país do carnaval???? Então... janeiro é mera formalidade no calendário... risos). Decidi quebrar uma última barreira em mim, e deixar aqui algo que saia da minha própria pena (virtual). Morre aqui o M@r de P@l@vras... e nasce um mais simples Mar de Palavras®... porque o enfeite não é externo.

Será um prato cheio a algum curioso que de tanto tempo livre e de tão pouco o que fazer acabou esbarrando neste Mar®. Será também um bom momento de tentar ver quanta 'abobrinha' eu sei dizer... e cá pra nós, toda tagarela de carteirinha tem muitas abobrinhas a dizer (ou no caso em questão, uma boa 'escritarela' - créditos do neologismo ao Raphael - um velho amigo).

Bom... deixo a presente 'epígrafe' também aos amigos... poucos, mas que ainda passam aqui e me lêem, em momento de folga, com tanta coisa mais interessante a fazer... (risos).

Não sei ainda se sou o que escrevo... ou se escrevo o que eu sou.
'NÃO SEI' seria o termo mais adequado pra mim...
Mas eu sei que sei, muito...
Mas no dia que eu me satisfizer com isso, em saber... alí jazerá o que eu sou
Uma curiosa por saber sempre mais.
Se alguém, algum dia passar por aqui, lembre-se...
Aqui mora uma alma curiosa, repleta de tantas faces que uma delas poderá servir de espelho pra você!

P.S.: Será que algum dia alguém lerá isso??????

"Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome."

Clarice Lispector

Clau®...

Um comentário:

  1. Eu com certeza lerei, porque mesmo qdo tenho o que fazer eu arrumo um jeito de vir aqui todos os dias ler suas letrinhas ou as letrinhas dos outros que eu sei te descrevem tão bem.. porque te conheço....

    E sei tão bem que o que vc escreve fala tão bem de vc.. e vice versa

    Tiamu cum força

    Beijo aos montes

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...