19 março, 2007

Ironicamente séria...

"Nem todas as verdades são para todos os ouvidos"
Humberto Eco

"As verdades podem ser nuas - mas as mentiras precisam de estar vestidas "
Textos judaicos

A ironia do meu ser


Se eu sou irônica? Sim eu sou.

O quanto? Para cada poro meu, para cada fio de cabelo, para cada pensamento que me perpassa... aí reside minha ironia.

Sim, eu sou irônica, pois é na ironia que reside a graça da vida. Criticidade aguçada, língua afiada, olhos atentos e liberdade de se dizer o que se pensa.

Isso dói? Espero que doa.. (risos). Mas não é bem assim. Dói aqui em mim, quando vejo e sinto que algo não encaixa, não se enquadra, ou deveria ser, ou não... aí.. ironia.
Gosto do humor latente do 'ser irônico', embora seja tão doce como o gosto do sangue na ponta da faca. Picadas... Alfinetadas.

O único grande problema é que pra entender a ironia tem-se que ser igualmente irônico ou ao menos inteligente o suficiente.
É, eu sei que dói. Mas a dureza da objetividade fria é maior, e essa incomoda mais.

A ironia que reside no meu ser é fruto da tentativa de rir de mim mesma. Desacreditar no que meus olhos vêem, no que meus ouvidos ouvem, ou ainda, nos caminhos que meus pensamentos vão.

Disseram-me “dura”. Sim, devo ser. E é pela ironia que me amoleço. Pois ao invés de cuspir impropérios, dou-lhe um tapa com luva de pelica. Leve, sutil... suave como vento que lhe toca mansamente a face e lhe arranca pedaços dos lábios.

Gosto de rir muito mais de mim mesma. Pôr-me no lugar de tantos que passam por mim e rir. Rir em ver-me em situações tenebrosas, escandalosamente nefastas em que as pessoas se põe.

Humor irônico beirando o cínico? Não iria tão longe, embora que para se ser realmente livre no pensar – o que reafirmaria o irônico da vida - não se escapa de uma boa dose de cinismo.

Daí advém-me questões como:

Por que um ser, dito inteligente, se põe a ocupar o papel de palhaço num picadeiro de um circo já por todos conhecido? Desejo de brilhar em algum tipo de céu, nem que seja de lona?

Por que na vida, tão dura e fria, se perde tanto tempo ocupando-se do que o outro achou que deveria ter pensado em dizer? Desejo interno de adentrar no pensamento daquele que jamais entenderá os próprios desejos imensuravelmente escondidos até de si mesmo? (Essa nem Freud explica)

Por que alguns ditos seres humanos acham tão interessante brincar com o sentimento daqueles que lhe estendem as mãos? Falta de brinquedos realistas durante a infância?

Não me resta nada se não a ironia, para olhar fundo nos olhos das pessoas e dizer: “C'est la vie. Cada um só dá o que tem”. E rir.

Questiono-me por que é tão mais fácil jogar-se ao engano da vida do que pensar um pouco, um instante... uma fração de segundo antes da queda. Por que é tão mais fácil lamentar um erro cometido em sã consciência, do que admitir que se pôs em posições desfavoráveis por vontade própria e aí não há o que lamentar?

Não me resta nada além da ironia pra expressar: “Quem pariu Mateus que o balance”.

Cada um traça seu caminho. Cada um entrega seu coração a quem deseja. Mas por favor, senhoras e senhores, evitem fazer da vida um palco de seus dramas públicos. Olhem-na nos olhos e digam: Erro porque quero. Padeço se merecer. Mas EU vivo! E vivo como escolhi.

É muito mais honesto consigo mesmo e com a própria vida. Prefiro isso a ver lágrimas pungentes de um crocodilo qualquer que se fez presa dos lobos maus e lobas devoradoras, que multiplicamse nessas nossas florestas cotidianas, achando que era melhor “ser visto (a), ser ouvido (a) e ser comido (a)” e depois ficam lamentando a sorte.

E àqueles que levam a vida a receber tais ‘iguarias’, e disso fazem suas melhores lembranças lembro: Brio há até entre ladrões, mesmo os de coração. Porque há de se ter caráter até pra ser filho da puta.

Quanto a mim, resta-me a ironia que repete em meio a um sorriso torto: Bem que eu te disse... eu te disse... eu te disse.

por Cau Alexandre

E um último segredo gritante:


Não gostou do que leu???


FODA-SE!!!


No player
Caetano Veloso -
Não enche

9 comentários:

  1. A ironia... é talvez a qualidade que mais admiro em uma pessoa, em um escritor... a ironia é a vivacidade e a alegria da sagacidade.

    bjo grande..

    ResponderExcluir
  2. Esta música.. ahh esta música.. é TU_DO!!!!!!!!!! rsrsrs

    Eu conheço bem esta ironia, esta coisa boa.. esta palavrinmha 'indireta' que diretamente acerta o alvo.. e tem poder de 'matar' e 'nascer'.

    Prá vc eu só tenho uma palavra de descrição.. TU-DI-BOMMMMMMMMMMM...

    Beijos minha chocolatinha amada

    ResponderExcluir
  3. Ironia... ai, ai... aprecio sem moderações. Adoro ouvílas, provocá-las, procamá-las!


    Que bem que estamos na mesma "moradia" (ironia)... e sinta-se em casa no blog. Vc nem imagina como eu fico satisfeito em saber que alguém gosta do que escrevo e permite-se sentir aquilo com tanta honestidade.

    E gostei do que escreveu, portanto não vou me foder. Rs!

    ResponderExcluir
  4. De tudo o que li, não posso deixar de referir esta frase: "Gosto de rir muito mais de mim mesma", aqui está um sinal de inteligência máxima. Não esperava outra coisa Cau. =)

    A ironia da vida é que, regra geral, passamos grande parte do tempo a lamentarmo-nos pelas situações em que nós mesmos nos colocamos.
    Quem se mete na boca do lobo acaba por ser comido, não é nada que não saibamos. O lamentar parece que já é algo intrínseco, como que um velho hábito que não se perde. Lamentamos até a falta do que lamentar.

    "Porque há de se ter caráter até pra ser filho da puta."
    Essa é uma frase de mestre. Adorei.
    Mas sabe, os sem carácter assumidos eu até "aturo".. mas os que enchem a boca para falar de carácter e gritarem aos sete ventos que o têm, e depois se revelam o oposto, esses sim são perigosos.

    Beijo Cau.
    Bom início de semana. ;)

    ResponderExcluir
  5. Querida Cau, vou chutar a bola do elogio de volta pra você. Agarre ou me deixe marcar o gol, é contigo. De qualquer forma, o ganho é seu também, porque venho no seu canto, leio seus textos e arranco de mim as várias sensações que não consigo explicar (ou faço de forma muito abreviada), e tudo porque leio a vida aqui desenrolada e refletida de forma sublime. Este mar que você criou recebe a correnteza de nossos rios mais íntimos. Obrigada.
    Beijo!
    PS: Ironia é pra pessoas finas, viu...

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh... a ironia parece, as vezes, ser toda essência de meu ser... como viver entre homens e lobos e não ser ironica? É uma retórica.

    PS: Musiquinha muito bakna.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Olha, moça...
    Eu não suporto ironia sabe...
    Entendo que a sua ironia é inteligente e perpicáz, mas prefiro a verdade plena, a sinceridade escancarada e a coragem inconsequente.

    "Por que um ser, dito inteligente, se põe a ocupar o papel de palhaço num picadeiro de um circo já por todos conhecido? Desejo de brilhar em algum tipo de céu, nem que seja de lona?"

    Talvez esse ser queira apenas as luzes do palco.
    Isso nem é ironia, é o que ele ou ela precisam.
    Prefiro respeitar e admirar tal palhaço, pois me faz mais feliz com suas peripécias.
    E posso até me apaixonar por seu brilho, quem sabe...

    Melhor ter coragem de se expor ao público, entre gargalhadas e suspiros, do que se esconder sob a cama.
    E ambos temos tal coragem.
    Isso também não é ironia.

    Admiro sua coragem, admiro seus textos profundos e admiro você.
    Você é do tipo de amiga que se pode contar em qualquer situação, isso é raro.
    E costumo valorizar o que é raro...

    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  8. Ironia....
    Triste ironia, feliz ironia, dengosa ironia, cruel ironia....
    Costumo dizer que a ironia é uma arte, que se bem usada causa efeitos colaterais que beiram o delirio...
    Se mal usada, causa a raiva e desprezo....
    Mas como a vida é uma ironia cotidiana, entao vamos aproveitar dessa arte e ironizar nossas vidas, sem nos importar com nada....e simplesmente viver do modo mais ironico possivel!!!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Valdigersia8:47 AM

    Que o ítalo jamais leia esse comentário...
    Que quase me leva as lagrimas...
    Verdades do coração que não da pra fugir!
    Parece que foi rastreado de dentro de mim.



    E, se um dia
    Não houver mais ‘nós’
    Certamente haverá eu em ti
    E tu em mim
    Porque quando se vive tanto amor
    não se parte ao meio
    Se vai mais inteiro do que se chegou


    Cauzinha...uma ótima semana e escreva mais e mais, está delicioso navegar aqui nas águas do seu mar.

    Bjks*******

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...