19 junho, 2013

Leituras... Inspirações... Transpirações...


TRADUÇÃO*

Cau Alexandre

Em parte transparência
Em parte oclusão
Em parte certeza
Em parte ilusão

Me lanço e me recolho.
Sustento e liberto
Permaneço e sigo
Sou hoje, amanhã ou nunca mais

Sou enigma e experimento
Deliciada em pequenas porções
Não cultivo incertezas
Nem prolongo desilusões

Sou o meio pelo qual me adapto a mim mesma
Meu caminho passa sempre por dentro de mim
Minha liberdade é sempre a minha prisão
Meu começo e meu fim estão em mim!

copyright©caualexandre2013


*Poema inspirado na leitura que me fizeram da alma. 
Gosto quando me leem com profundidade. 
É sopro de inspiração e vida!

2 comentários:

  1. Lindooo... Gostaria de me libertar amiga, me sinto aprisionada, mto presa em mim.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, liberte-se... mas seja honesta consigo mesma. Vá até onde seus pés lhe levarem, sinta o quanto tiver que sentir... e se permita somente até onde se sentir segura.
      Daí em diante o próximo passo é desbravamento de si mesmo e assim começa a aventura.
      Bjos lindona!

      Excluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...