14 dezembro, 2005



Poema de Natal

Vinicius de Moraes


Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.

Beijinhos da Cauzzinh@...

Um comentário:

  1. Querida, beijos triplos.
    Sabe, queria te dizer.. este ano passamos tantas coisas não foi? choramos juntas.. rimos muito... e tudo passou.. as coisas boas foram preenchendo qq espaço vago que as ruins poderiam ter deixado... pois, é, Cau, foi assim.. a gente se segurou, a gente se consolou.. a gente foi amiga até debaixo d'água.. e aí eu fico pensando...quem foi que nos deu isso? Ele... e aí eu deixo minha oração aqui: - Papai do Ceú, permita que esta moça, esta aqui cor de chocolate, esteja sempre na minha vida, me dando este sorriso lindo, esta carinha sapeca, este ar de anjo misturado à sapequice.. permita, Deus, que ela seja sempre minha amiga. Obrigada. Amém!

    Feliz Natal, minha linda... e um Ano Novo chocanteeeeeeeeeeeeeeeeeeeee... (chocolate crocante.. rs)

    Beijos triplosssss

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...