17 junho, 2006

Poética...



De manhã escureço
De dia tardo
De tarde anoiteço
De noite ardo.




A oeste a morte
contra quem vivo
Do sul cativo
O este é meu norte.




Outros que contem
Passo por passo
Eu morro ontem




Nasço amanhã
Ando onde há espaço
Meu tempo é quando...

Poética - Vinícius de Moraes

* * * * * * *


Eu...


Sou um bichinho estranho
Que ninguém entende
Que lacrimeja rimas
jamais ouvidas
Que chora poemas
jamais lidos
Serei poeta?


* * * * * * *

Cauzzinh@...

2 comentários:

  1. Olá,

    Hum... Mar de palavras, é melhor esquecer a métrica e ser apenas poética. :-)

    Vim retribuir a visita e agradecer as palavras tão carinhosas lá no Alecrim. O amor mais que lindo faz tudo que toca ficar também, né?

    Obrigado :-)

    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Erika5:16 PM

    Lindonaaaaaa... que vc é um doce de leite a gente sabe... agora a gente sabe que é poeta.. ai ai ai.. love is beautiful.. rsrs

    Beijooooo

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...