12 setembro, 2006

Poema...

Poema


O grilo procura
no escuro
o mais puro diamante perdido.

O grilo
com as suas frágeis britadeiras de vidro
perfura

as implacáveis solidões noturnas.

E se o que tanto busca só existe
em tua límpida loucura

- que importa? –

Isso
exatamente isso
é o teu diamante mais puro!

Mário Quintana

...

Há dias em que o único alento é a presença daqueles que falam dos nossos sentimentos sem nunca nos ter conhecido...


€auzzinh@...

2 comentários:

  1. To aqui.. rsrs

    Beijooooo... cri cri...

    ResponderExcluir
  2. Também sou apaixonada por Quintana , linda....e este seu blog é um pão-de mel.....adorei!!!
    Virei sempre!
    Beijo.

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...