25 agosto, 2009

Só Pra Dizer!!!


Imagem - Google



Já dizia minha mãe que quando a vida fecha uma porta, Deus nos abre uma janela! Eu particularmente acho que Ele abre os portões... mas é que sou mesmo exagerada.

Usando o mesmo 'mote' aqui e no Café®, pra contar pra vocês que daqui um tempo teremos uma grata surpresa. Um Livro!!! Sim senhores!!! Um Livro!!! Ou seria mais que isso??? (tcham tcham tcham tchammmmmmmmm).

Não é idéia nova, mas precisei achar minha outra alma literária pra realizar o sonho antigo (livro feito pra cumprir trabalho de faculdade não vale, né?).

A minha outra Alma Literária e eu desenvolvemos um projeto, em cima de sonhos em conjunto e hoje ele já tem título, corpo, som, prefácio, cores e gravuras e pasmem... (quase) patrocínio. É "um livro pra ver, ler, ouvir e sentir!".

Fomos devidamente habilitadas a receber patrocínio do Banco do Nordeste (mérito da Je, que me surpreende a cada dia como mulher persistente e que não se deixa desanimar).

O que isso significa? Bem, significa que conseguimos ter um projeto melhor que outros lá apresentados e que agora só nos falta preencher os requisitos burocráticos do 'negócio'!.

Em breve sabermos o resultado final... e aí é mãos à obra!!! E que obra!!!! Aos poucos vou informando vocês do que é o projeto e de como ele está ficando (se Deus quiser!).

E, retomando o mote, eu digo...

Às vezes, as coisas nos acontecem e nos pegam desapercebidos para as punhaladas da vida e nós perguntamos: Mas por quê????

Hoje já não me questiono o porquê de certas coisas ou o 'ser' de certas pessoas. Hoje vejo que pra algumas perdas inevitavelmente dolorosas, mas que já eram esperadas ou previsiveis, ou até mesmo das imprevisíveis (que são mesmo raras... pensando no estado inerte das pessoas que são sempre as mesmas, mesmo que o tempo passe... mesmo que a história tenda a ser diferente - mas não é)... mesmo assim, sempre há algo de muito bom esperando por nós na janela aberta, como uma esperança de que a vida é bem mais que essas pequenas decepções!

Estamos felizes... mas o mais importante é que SOMOS felizes com o que somos e o que temos! E eu tenho agora mais um motivo!!!

Ah! Ia esquecendo... já contei a vocês o nome do livro? Não? Ele se chama: Ao pé da nossa janela! Porquê? Porque são nessas janelas que, por vezes, dividimos nossos conhecimentos, nossas dores, nossas alegrias, e se tivermos sorte, são também nesses janelas que abrimos os olhos pro mundo e percebemos o quanto temos de bom... de certo... de magnífico ao nosso redor... bem ao nosso redor!

Pra vocês irem se inteirando do que estamos "aprontando", criamos uma página para o Projeto (mais a Minha Alma que eu... Ela merece todo o crédito nisso... risoss) . Chama "Na Janela". Apareçam por lá!

Agora, abrir aqui minha janela... e tomar mais um Café®... sentindo essa Brisa® que vem do Mar®.


No Player
Gal Costa -
Janelas Abertas





Sim, eu poderia fugir, meu amor
Eu poderia partir
Sem dizer pra onde vou, nem se devo voltar
Sim, eu poderia morrer de dor
Eu poderia morrer e me serenizar
Ah, eu poderia ficar sempre assim
Como uma casa sombria, uma casa vazia
Sem luz nem calor
Mas quero as janelas abrir
Para que o sol possa vir, iluminar nosso amor

3 comentários:

  1. É, Minha Alma, foi mais que confluência de desejos e vontades, mais que acaso. É sonho conjunto que se sonha à distância e flui, como se não retasse outra alternativa a não ser realizar.
    A honra é toda minha! Já disse que é um prazer sonhar com você?
    Não lembro. Estou dizendo de novo, para ratificar "uma verdade literária"...rsrs

    Beijo nos dois átrios!

    ResponderExcluir
  2. Eu nem sou ciumenta...e nem li o comentario anterior...
    bem...entao vou ao meu comentario imparcial...amo a sua escrita e a sua forma de amar e ser verdadeira...a sua forma de transpor o sentimento e a simplicidade pras tuas palavras sempre grandiosas...amo vc...e queria eu...poder privar de vc todos os dias...bem de perto(mesmo sabendo q levaria muitas porradas e vc me enjoaria..rsrs)...mas sei q a maior beneficiaria seria eu...por poder estar perto de alguem q é luz nas palavras...quanto ao comentario parcial e ciumento...meleca de alma gemeaaaaaaaaaaa(fazendo cara de brava)...nao acredito nisso!!rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Oi Cau

    Obrigada pela visita no blog
    Ah! Eu muito raramente uso textos de outras pessosas nesse (tenho outro) e quando o faço procuro/ fuço até achar o autor!
    Como diz minha amiga Vanessa Lampert - do Blog Autor Desconhecido - eles não existem!
    O que existem são textos frankestein que viram pps, pedaços de e-mails e que fatalmente perdem a autoria.
    Quando li seu texto no blog da Licsk passei a informação do seu blog (vi duas citações) e ela foi atrás da autoria.

    Parabéns pela oportunidade e o nascimento de um livro!
    Que seja feito a dois - como voce citou, que a gestação seja tranquila e ao final dela, o nascimento seja recebido com alegrias e elas perdurem, dando novos frutos!

    Seja benvinda sempre que quiser ao blog, escrevo quando o que vai dentro parece sair pela garganta, mas contenho-me a extremos, senão nao haveria espaço...rs...

    Beijos

    mell - Nancy

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...