02 agosto, 2010

Era Uma Vez...

CONTO DA CAROCHINHA

Cau Alexandre

Era uma vez uma princesa
Não era tão linda, tão encantada, tão fantasticamente incomum...

Um dia ela conheceu um príncipe
Lindo, encantador e fantasticamente único.

Depois de tanto o príncipe tentar, fazer promessas, e se derreter em belas palavras, a princesa beijou o príncipe.

Neste momento, a princesa percebeu que ela era muito mais que aquele príncipe.
Era independente, gostosa e decidida... E era feliz.

E a princesa viu naquele instante que o príncipe não só voltara a ser um sapo, como deixou claro que tinha a alma de um asno.
E o pior... Era uma possessão largada até pela bruxa má.

E a princesa continuou feliz para sempre...

... E o sapo? Continua coaxando sozinho, pois esse é o fim de quem acha que o mundo é idiota e que as pessoas inteligentes ainda acreditam em contos da carochinha contados por um insano.

No Player
Roberta Sá - Obstinada

5 comentários:

  1. uia...contos da carochinha por cau alexandre???rsrsrs...bem...idiotas existem aos montes,falta,agora,so que as "gatas borralheiras"entendam que existe em cada uma delas uma princesa independente...
    bem direta essa escrita...by GB...rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. hehehehe - os sapos que fiquem na lagoa

    ResponderExcluir
  3. E não é que eu lia essas estórias enlatadas, digo, encantadas?? Mas aprendi que existem detergentes neutros, máquina de lavar, forno microondas, fast food, maridos de aluguel (não me entendam mal: o faz tudo, de troca de fechadura a limpeza de fornos). Descobri que príncipe moderno se chama agora, metrossexual, nem precisa beijar um pra saber se são ou não milimetrossexuais, eles já vão dizendo, com um jeito de fazer qualquer "micra" parecer um colosso. E quer saber? Gosto mesmo é do Monteiro Lobato e das mentirinhas pueris que meu avô me contava.

    ResponderExcluir
  4. E... Beijos nos dois átrios, minha alma, liga não, tinha uma coisa roendo minha barriga...rsrs

    ResponderExcluir
  5. Ó... Mas era só fome....rsrsrs

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...