04 agosto, 2009

Do Mais Puro Sentir... Do Mais Cruel Mentir!


Imagem: Google/ Arte by Cau

Verso Puro
Cau Alexandre
Na Fogueira das Vaidades
Sentimentos, amizades e amores
Serpenteiam até virarem cinzas
Queimados para que o torpe ego sobreviva!

Ó doce bálsamo da verdade
Apaga o ardor do fogo estranho
E permite que nas infames chamas
O mais puro ouro permaneça!

Mas no ofício do ourives
Sobrevive o fogo, o ouro e a força
De transformar a traição do ego
Em joía fina e eterna.

Dobra a folha quente de ouro
E nela finca o verso ardente
Guarda o sentimento verdadeiro
No coração eternamente puro!

No Player
Sara Bareilles -
Gravity / Lonely Girl Midis


"Set me free, leave me be.
I don't want to fall another moment into your gravity.
Here I am and I stand so tall, just the way I'm supposed to be.
But you're on to me and all over me."

3 comentários:

  1. Um poema lindo... um querer forte!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Minha Alma. Passando rapidinho...rsrs
    Elas não tem dono, né? Vagueiam entre uma "certeza viável e a mais viável dúvida".
    Quase um benefício, como o "cinza é do branco e do preto".
    Benditas metáforas para um belo texto!

    Beijo no átrio esquerdo!

    ResponderExcluir
  3. Belissimo poema.


    Bj com luar

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...