10 fevereiro, 2010

5 Anos - Pedido Nº 2


DESIDERATA


Cau Alexandre


Desejo que a cada novo ano sejamos mais humanos.
E na arte de humanos ser,
que nunca percamos a capacidade de sonhar!
E sonhando, jamais esqueçamos a importância de desejar!
E desejando, não percamos o rumo da busca.
E buscando, não paremos de olhar
para o que realmente importa.
E olhando, que possamos ver aquilo
que faz a vida valer a pena:


A beleza da flor que nasce espontaneamente no caminho
Os pássaros cantando na copas de árvores esquecidas
As frutas que gratuitamente nos ofertam vida
As nuvens que juntas nos presenteiam com a sombra
O sol que silenciosamente nos aquece a alma
A chuva que refresca o corpo
O corpo que nos garante o caminhar!


Desejo que sendo mais humanos
aprendamos a ser mais benignos.
E na benignidade sejamos bondosos não só com os outros,
Mas também com nós mesmos
E sendo bondosos nos permitamos sonhar o impossível
E assim, sejamos capazes de buscar estrelas
Dentro dos olhos felizes de quem nos sorri
E buscando estrelas não nos ceguemos pela obstinação
E vendo claramente, que possamos sorri de volta
E sorrindo, recordemos tudo que nos faz feliz:


As mãos que nos afagam com genuíno cuidado
A boca que nos beija com legítimo amor
O amigo simples e perene
A simplicidade abundante que satisfaz a alma
A fé incansável que alimenta o espírito


Desejo que sejamos mais humanos
E então fujamos da autopiedade e da passividade mórbida
E dando um brado de liberdade de nós mesmos
Que descortinemos nossos próprios erros
E enxergando nossas imperfeições,
sejamos capazes de perdoar
A nós, sem autoflagelação e aos outros, sem sarcasmo
E perdoando, fujamos dos discursos vazios
de fraternidade sem sentido e falso amor
E fugindo, que achemos a companhia dos amigos verdadeiros
E encontremos o renovo do sentimento
E renovados que demos as mãos num abraço de almas irmãs


Desejo a você mais humanidade
A mesma que arde feito chama dentro do seu próprio peito
A mesma humanidade que nos faz falhos, imperfeitos e únicos
E dentro desta assustadora perspectiva
Banhados em lágrimas salgadas de dor e alegria
Que tomemos a decisão de desejar, buscar, crer, lembrar, ver
E amar sem limites, sem fronteiras, sem barreiras
Amar com intensidade, calor e veemência
Amar, simplesmente amar
Sem as lembranças que magoam
Sem as imagens que ferem


Ser humano é ser capaz de superar-se, acima de tudo!
E ser capaz de amar!



A Minha Alma em Corpo Alheio (Brisa Nordeste Aluada e Meia) pediu o texto 'Desiderata' (o primeiro pedido), publicado em 30 de desembro de 2009 (dia desses, como diria ela). Foi um texto comemorativo, para o ano novo que se iniciava... E até aqui, tem trazido toda sorte de coisas boas e felicidades. Isso me lembra que tenho surpresa pra todos que me lêem... Mas isso eu conto depois. (risos) O texto foi acompanhado pela música Desejo de Flávia Wenceslau. Foi um texto muito gostoso de escrever, porque trata de desejos profundos, presentes ansiados para quem amamos e isso vai além do aspeto comercial da data. Marca também uma fase de junção... o ritmo e a forma. embora esteja mais pra uma prosa poética, o texto "canta".

Um comentário:

  1. Sabe o que eu gosto aqui?
    Os presentes são sempre nossos e com direito a biz ficam muito mais raros e caros.
    Vir aqui é desfrutar de um caminhada à beira mar com uma companhia maravilhosa.
    É tudo de bom!

    Parabéns ao Mar de Palavras, parabéns a você pelo Mar, parabéns a nós leitores, pelo Mar e por você.

    Beijos nos dois àtrios, Minha Alma!

    ResponderExcluir

Olá! Feliz que você queira deixar um rastro nas águas desse Mar de Palavras®. Gosto de lê-los e saber como cada um sente ao ler o que aqui eu exponho a vocês.
Fiquem sempre à vontade... mas é bom lembrar:

Os comentários aqui publicados são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Reservo-me, desde já, o direito de excluir e/ou não publicar comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos sem a devida identificação de seu autor (nome ou nick e endereço válido de e-mail) também serão excluídos.

... εϊз "Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento" (Clarice Lispector) εϊз ...